10 de outubro de 2011

O relicário

E antes mesmo que eu pudesse me desesperar, no fundo do armário em meio a tanta poeira, eu encontrei uma foto. Uma foto que eu já cogitara a idéia de ter sido perdida. Ela existia e estava bem ali.

Eu a coloquei em minhas mãos com tanta segurança que podia sentir medo escorrendo pela minha testa. Medo de não ter mais nenhuma lembrança intacta e concreta. Foi então que passei minha mão pela foto delicadamente para que pudesse compreender melhor o motivo de tanta alegria e desespero. Lá estava ele, eu e minha única lembrança.

James – eu sussurrei para mim mesma enquanto coloquei a mão sobre a boca juntamente com meu relicário. Com tal ação, pude também sentir uma única e tímida lágrima desobediente descer pelo meu rosto e cair justamente onde James se encontrava na fotografia pouco consumida pelo tempo.

Lá estava eu. Como eu já parecia o amar tanto mesmo tão jovem?

Estávamos em sala de aula. Era festa e eu estava sorridente com meus lindos cachos longos da época. James – sentir sua falta e pronunciar seu nome era quase mortal, sendo mais dramática o possível – usava o nosso antigo uniforme e parecia impecável. Estava perto perto da nossa antiga professora e, tímidamente, me encarava com tanta pureza... Eu não sabia explicar, mas a única coisa que pude lembrar foi do primeiro “eu te amo” que recebi dele. Foi em uma época difícil e aquilo foi tão infeliz.

Uma pessoa te amar é sinônimo de infelicidade?

Ouvi um barulho e decidi ir para um lugar seguro e que não fosse motivo para desconfiança. Guardei a foto no mesmo lugar, por mais que me doesse, fechei a porta e desliguei a luz. Fora, novamente, a última vez que eu vi James. E só eu sei o quanto, pelo menos, eu queria que ele estivesse comigo. Mais exatamente, em meu relicário.

6 comentários:

gabriel disse...

Texto super lindo, me fez refletir muito, e essa foto hein ;)

Pires Silva disse...

Uma pessoa te amar é sinônimo de infelicidade?

Isso tá ecoando na minha cabeça. Parece que o texto desapareceu todo na minha frente e ficou só esse trecho. Me tocou, me emocionou muito. AMEI thais, parabéns.

Andressa Ribeiro disse...

Amei! Que texto lindo, ele me fez relembrar coisas que aconteceram comigo. Parabéns, Thais.

Lyvia disse...

Amei o texto Thais, e até favoritei a página. "Uma pessoa te amar é sinônimo de infelicidade?" Esse trecho mexeu comigo, com certeza. Parabéns Thaís, Amei M-U-I-T-O!

Anderson C. Ribeiro disse...

Muito bom, a palavra "relicário" sempre mexeu bastante comigo, porque nunca consegui definir um na minha vida. Talvez o verdadeiro relicário seja o que está dentro de nós.

Parabéns Thais ;D

Equipe SaladadefrutasBR disse...

Seguindo aqui, segue de volta? Não esqueçe de comentar, pra eu vim aqui de novo *-*



saladadefrutasbr.blogspot.com
Kisses :*

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo